quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Uma carta para Deus.




Oi, Deus

Lhe dizer quem está escrevendo esta carta eu acho tão desnecessário quanto levar uma martelada na cabeça, ou ainda fazer chover onde não precisa.

Mesmo esta carta na realidade é tão desnecessária quanto a falta de necessidade, mas eu não aguento mais, até esta criatura senhora apenas, quem sabe lá, da sua própria vida tem que falar o que vê, já que ninguém mais fala ou vê, menos o Senhor, eu espero.

Deus, em Gênesis 1, 26 foi dito: et ait faciamus hominem ad imaginem et similitudinem nostram et praesit piscibus maris et volatilibus caeli et bestiis universaeque terrae omnique reptili quod movetur in terra (Vulgata latina – 405 AC – São Jerônimo), se o que ali foi escrito a mais de 1600 anos for verdadeiro, porque eu não gosto do homem que vejo, nem da sua semelhança ou da sua imagem?

Deus, se o que está escrito em Gênesis 1, 26 é verdadeiro, quem sois vós verdadeiramente?

Senhor, olhai a criatura que fizestes à fossa imagem e semelhança:

Revolução russa 1917

massacre de katyn na Polônia, apenas uma ordem de Stalin

E isso não parou ai e para ser mais exato nem começou ai.

Quando começou o Senhor certamente deve saber porque esta simples criatura aqui não sabe não, mas eu sei muito do que veio depois do começo.

Deus, eu não tenho a menor ideia de quantos morreram as mortes mais horrendas, passaram por sofrimentos e angustias indefiníveis em nome de deus, ou por falta de ter um deus certo no momento exato.

O Senhor ainda esta lembrado de Gênesis 1, 26?

Pois é Deus, foram as suas criaturas que fizeram isso tudo que mostrei e o que ainda vou mostrar.

Lembra, são sempre aquelas mesmas criaturas feitas à sua imagem e semelhança.

Há imagens bem mais atuais destas criaturas com a sua imagem e semelhança habitando a Africa por exemplo, quiça não seria a terra no futuro?
Quer algo mais atual, a foto abaixo mostra uma sua criatura, feita também à sua imagem e semelhança nos dias de hoje, elas podem serem vistas em todos os esgotos de miséria da Terra.

Senhor, por ventura é esta a sua imagem?
Deus, apareceram nesta urbe também criaturas que queriam a felicidade de todos, não gostavam das guerras nem faziam políticas podres para defender minorias abastadas, mas criaturas feitas à sua imagem e semelhança, mataram todas elas que por sua vez deveriam ser a sua imagem e semelhança também, Jesus foi um deles, pena que não tenha dele nenhuma imagem real, verdadeira para poder relembrá-lo, mas tenho uma imagem real e verdadeira de um outro:

Mahatma Gandhi – 1948 – Índia

É e tem um outro que também era bom mas foi assassinado por isso, também por criaturas que como ele foram feitas à sua imagem e semelhança, Martin Luther King Jr.
Deus, se Gênesis 1, 26 for verdadeiro, esta criatura, este rato miserável abdica de ter a sua forma e semelhança, prefiro não ser nada além do pó das estrelas, esta forma e semelhança me envergonham muito além de me oprimirem demais a alma e o espírito.

No entanto Senhor, se o miserável do escriba da época se enganou de alguma maneira na escrita em algum lugar, então eu sou uma criatura perdida no meio do nada com um futuro incerto, eu sou a criatura da foto abaixo, sem nada, no nada, em prantos procurando por uma alma gentil, ou alguma forma e semelhança de algo bom que me ajude a viver com um mínimo de dignidade neste mundo, sem justiça, sem lei e sem Deus.
Desculpe-me por tomar um pouco da sua preciosa atenção Senhor, eu nem imagino o que significa ter toda uma criação para cuidar, mas eu sei que o Senhor é o único em toda a criação que pode entender esta carta e quem sabe corrigir (só um pouquinho???) todas estas mazelas.
São Paulo 15 de Setembro de 2011

mkmouse



Postar um comentário